Passeio de balão 19 e 20 de março

 Apesar do trânsito na Rodovia Raposo Tavares causado pela queda de um caminhão de ácido no Rodoanel (coisas estranhas que só acontecem na loucura de uma sexta-feira na nossa capital paulista…). Conseguimos chegar em Boituva e após uma tranqüila noite nesta cidade do interior acordamos bem cedo, ás 5:20hs.
Acompanhamos todo o processo do enchimento do envelope (parte colorida do balão feita de nylon). Só isto já era inacreditável… E os clientes com aquela cara de “será que isto vai voar mesmo”…?

Quando já estava bem cheinho, a galera embarcou… E de repente o cestinho saiu do chão… O pessoal do Bioventura e de nossos amigos da Aeromagic (fabricantes do Balão) acompanharam o pessoal com uma equipe em terra e outra no ar.
A sensação de adrenalina, da decolagem, lá em cima, se transforma em PAZ. O silêncio, o som do vento…
 

Nunca vimos tantos balões no ar como nesta manhã, haviam 8 balões no ar ao mesmo tempo. O maior deles, com 16 pessoas, carregava ao total, 1.200 toneladas… Nossa… E é um esporte bem seguro, nunca se registrou um acidente no balonismo no Brasil. Muitos não sabem, mas o nylon do balão agüenta mais de 400°C e furos de até 25 cm. Convencido?

Nosso balão subiu até quase 500 m…. Nem a neblina atrapalhou a aventura… e finalmente, após cerca de 1 hora de vôo, pousou numa fazenda… onde havia um delicioso café da manhã nos aguardando.

É… Uma pena que depois tivemos que voltar para São Paulo… Mas fica um gostinho de quero mais…. Próxima aventura..? Saltar de paraquedas???